quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

27/DEZ/2O12

"Se você soubesse o quanto me frustra apertar sua mão e sentir que tremo, olhar seus olhos e sentir os meus marejados, ficar ao seu lado e ouvir minha respiração ofegante e meu coração acelerado ..."


Suzane Lima

domingo, 2 de dezembro de 2012

O2/DEZ/2O12

"Admiro pessoas simples! Pessoas que não se ligam às extravagâncias, que não se prendem à status, a outras pessoas, a vaidade. Pessoas que não abusam do poder sobre outras, que não se deixam influenciar por coisas ruins disponíveis nesse mundo, que não usam outras pessoas a fim de conseguir algo. Quem tenta me impressionar não me atrai, não me cativa, só me afasta! Não tente, a todo instante, conquistar a minha atenção pois a minha vida é maravilhosa e extraordinária o bastante para me manter muito ocupada vivendo e, me desculpe, não dá tempo pra dar ouvidos a quem só deseja seus cinco minutos de fama ou que não sabe viver a vida que tem!"


Suzane Lima

domingo, 14 de outubro de 2012

14/OUT/2O12

"Tem momentos em nossas vidas que nos deparamos com pessoas e fatos tão especiais que são estes que nos fazem entender o verdadeiro motivo das lembranças e também das ilusões." 


Suzane Lima

terça-feira, 2 de outubro de 2012

O2/OUT/2O12

"Tão dificil entender as pessoas e seus corações. Tão dificil entender nossos corações e as inúmeras pessoas que cabem nele."

Suzane Lima

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

27/SET/2O12

E como será quando o vento trouxer de longe o cheiro do perfume quase esquecido?
Quando a lembrança machucar? Quando o coração acelerar?

E como será quando você ligar?
Quando atender, será que vou aguentar ou chorar? Quando me ouvir, vai sentir vontade de voltar?

E como será quando os olhos não mais se cruzarem em multidões?
Quando olhar e olhar e não achar ninguem? Quando estiver sozinha só esperando por alguém?

E como será quando a saudade apertar?
Quando der vontade de voltar, ficar e novamente amar?



Suzane Lima

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

13/SET/2O12

Infelizmente não posso fazer nada se a vida resolver cruzar nossos caminhos.
Infelizmente nada posso fazer com todas as perguntas que não foram respondidas.
Infelizmente não posso fazer nada se você optou pelo fim.
Infelizmente só nos resta administrar o tempo para controlar a saudade.
Infelizmente não posso fazer nada com o sentimento que ficou
Infelizmente machucou . . . infelizmente acabou!

Suzane Lima

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

3O/AGO/2O12

Já não é de hoje que vemos as coisas tomarem o lugar das pessoas. Que o ter, vale mais que o ser. Que as palavras são ditas sem pensar, que o orgulho tem mais peso que os sentimentos puros.
Já não é de hoje que associam controlar com o amar. Que as ignoradas da vida são mais interessantes que as formas de expressão. Que o silêncio já não é mais um direito, e sim uma obrigação.



                                                                                          Suzane Lima

sexta-feira, 20 de julho de 2012

2O/JUL/2O12

A verdade é que nem o mais perfeito dos seres irá te impedir de derrubar uma lágrima, sendo ela de felicidade ou até mesmo de dor.
A pessoa que mais se gosta, em algum momento de sua vida, dirá algo que, como uma pedra numa vidraça, despedaçará todo aquele brilhante sentimento que te completa.
Talvez com palavras ele tente amenizar, ou concertar - ou até quem sabe dar o famoso jeitinho, tudo para não te magoar.
Mas, neste momento, não são palavras, jeitinhos que evitarão ou amenizarão o futuro sofrimento, somente a presença como um todo ; aquele que é simplesmente parte integrante de seu ser, de seu dia, para preenche-lo e, ai sim, não existir espaço para a tal dor e sua parceira: a lágrima.

É como dizem: ' um dia todos nós iremos nos separar ' . Seja numa despedida, seja num namoro, seja na morte, mas em todas elas ficarão gravadas muitos e maravilhosos momentos de felicidade, que, por alguma opção, terminaram em lágrimas, em dor, em saudade ...


Suzane Lima

segunda-feira, 11 de junho de 2012

11/JUN/2O12


Todos os dias quando acordo, ao olhar o sol e agradecer a Deus por mais um abençoado dia, aproveito para agradecer também, pela mágica de tê-la e de poder conviver todos esses momentos entre risos e lágrimas, entre guerras e paz, entre vitórias e derrotas.
As vezes aparento ser um pouco ingrata - reclamo de suas escolhas e também de suas sugestoões. Não compreendo muitas coisas e ainda assim, você, pacientemente, me orienta rumo ao melhor.
Abro o sorriso quando percebo que a tenho sempre disposta, sempre com novas oportunidades, novos desafios e novas conquistas. Torço o nariz com seus altos e baixos, com suas escolhas de caminhos contrários aos meus, quando se nega a ser minha companheira de aventuras e me mostra outras portas.
Me entusiasmo quando juntos fazemos dias simples tornar-se especiais. Me desanimo quando nossos planos juntos não saem como esperado. Fico triste com todas as pauladas que recebo e, consequentemente, acabo te machucando também, mas, você, sempre um passo a frente, consegue dar a volta por cima e me mostrar que o melhor está guardado, está por vir. Me alegro e motivo ao te ver sempre cheia de garra, disposta ao novo, com coragem, com força, com amor.
Se você não existisse, com certeza não te inventaria. 
Imprevisível, paciente, inteligente, motivadora, conquistadora - VIDA, você é o meu bem maior!



Suzane Lima

sábado, 12 de maio de 2012

12/MAI/2O12

"Minha caminhada pro sucesso nao chega perto do trecho imundo que vocês perseguem."
 
Suzane Lima

terça-feira, 24 de abril de 2012

24/ABR/2O12



Será que se lembrará de todas as cartas escritas?
Será que as guardou? Ou será que as jogou fora?
Será que, por uma fração de segundos no dia, pensará em algo que foi dito por mim?
Será que quando lê essas cartas dói em você como dói em mim?
Será que me faria mudar de idéia?
Será que se verá querendo descobrir o que provavelmente estou fazendo que ando tão sumida?
Será que conseguirá se adaptar com facilidade à nova rotina?
Será que se perguntará se tudo o que viveu fez sentido?
Será que encararia tudo novamente de peito aberto?
Será que chora? Será que sente-se fragilizado com a distância?
Será que suas pernas também tremerão quando ouvir o timbre de minha voz?
Será que se perguntará se foi a escolha certa? O jeito certo? A data certa?
Será que se perguntará se tem outro em seu lugar?
Será que deixei falhar em algum momento ao ponto de não ser suficiente?
Será que pequei pelo excesso?
Será que falhei em conduzir amizade x relacionamento a dois?

Será que pensará em mim com tanta frequencia como eu penso em você?
Será que, quando pensa, aperta a saudade?
Será que imaginou que eu tornaria a escrever poemas sem fim para você?

Será que passa?
Será que fica?
Será que dói?
Será que cicatriza?

Será?
Só o tempo dirá!


Suzane Lima

segunda-feira, 9 de abril de 2012

O9/ABR/2O12

"Meu sorriso oculta todas as palavras impronunciáveis oriundas do coração." 


Suzane Lima

domingo, 1 de abril de 2012

O1/ABR/2O12

"A vida te mostra várias portas que te direcionam aos caminhos da mudança mas para isso você precisa ter duas caracteristicas indispensáveis:
CORAGEM e ATITUDE!"


Suzane Lima

terça-feira, 27 de março de 2012

27/MAR/2O12

"O mundo só será melhor quando as pessoas souberem amar o próximo na mesma intensidade que aprenderam a julgar."
Suzane Lima

quinta-feira, 15 de março de 2012

15/MAR/2O12

"Quando o coração dói, bloqueia-se o cérebro e trava-se toda e qualquer forma de expressão!"
 Suzane Lima

sexta-feira, 2 de março de 2012

O2/MAR/2O12

"Sorria mais! Muito mais! Substitua o sangue de seus olhos por lágrimas de risos." 


Suzane Lima

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

2O/FEV/2O12

"Triste é você usar das verdades e não ser digna de confiança!"
 
 Suzane Lima

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

O8/FEV/2O12



"Engraçado como as pessoas criticam suas escolhas, suas atitudes, seus gostos e seu jeito de ser mas num piscar de olhos estão escolhendo, agindo, gostando e sendo tudo o que criticaram."

                                                                                            Suzane Lima

domingo, 22 de janeiro de 2012

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

O5/JAN/2O12



Queria um cantinho verde pra deitar
Com o céu azul pra observar
E o amarelo do sol a iluminar.

 Suzane Lima